Procurar
Close this search box.
15 Novembro 2018

Depósitos bancários

Os depósitos a prazo em Portugal são, por norma, as aplicações favoritas dos portugueses quando se trata de poupar e aplicar as economias realizadas ao longo do tempo.

O que é um depósito bancário?

De uma forma simplificada, um depósito bancário corresponde a uma entrega de fundos a uma instituição de crédito (banco ou equiparados), que fica obrigada a devolver o montante depositado, de acordo com as condições que tenham sido contratadas, e, em alguns casos, a pagar uma remuneração chamada juro.

Este tipo de produto financeiro, que embora tenha um rendimento baixo, apresenta características bastante interessantes ao nível da liquidez sendo por isso uma excelente solução para constituir um pequeno “pé-de-meia” ou para poupar para projectos de curto prazo.

Para poupanças de longo prazo existem soluções mais adequadas, seja pela rentabilidade desejada, seja pelo aspecto fiscal. Um exemplo disso é o Plano de Poupança Reforma (PPR).

Como por vezes existem dúvidas sobre este tipo de produto deixamos aqui algumas explicações sobre o que são, a sua fiscalidade, em que momentos pode ser levantado o dinheiro, e se o capital é garantido ou não.

Como distinguir os depósitos bancários?

  • Depósitos à ordem;
  • Depósitos a prazo.

Primeiramente deve ser feita a distinção entre estes dois tipos de depósitos bancários.

Depósitos à ordem

Nestes depósitos o dinheiro depositado está sempre disponível para ser levantado ou movimentado. Estas aplicações podem ser remuneradas, mas com valores extremamente baixos.

Depósitos a prazo

Estes depósitos pagam uma remuneração superior à dos depósitos à ordem, no entanto os rendimentos são, regra-geral, também muito baixos. Este tipo de aplicações tem como principal objectivo a constituição de um “pé-de-meia” de seguraça ou para projectos de curto prazo. O capital está disponível (liquidez elevada), no entanto, se houver um levantamento antecipado do dinheiro (antes do final do prazo), existe penalização sobre o valor dos juros. Os juros do depósito a prazo podem ser pagos periodicamente ou apenas na data de vencimento do depósito.

Qual o Imposto dos Depósitos a Prazo

Atualmente os depósitos a prazo pagam 28% de imposto sobre os juros, todos os anos, na data de aniversário do depósito.

Quer esclarecer as suas dúvidas com um consultor?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ver mais artigos

Clica nos tópicos para ver mais artigos

artigos relacionados

eventos

Um País Cá Fora

05 de junho

20h

Hora
europa
central

artigos em destaque

conferências

Conferência Regressar a Portugal a partir da Suíça

1 de junho de 2024

Hora
europa
central

útimos artigos

Outros artigos que podem ser do seu interesse

otimizacao-fiscal-no-luxemburgo-maximize-beneficios-e-obtenha-reembolsos-fiscais

Otimização Fiscal no Luxemburgo: Maximize Benefícios e Obtenha Reembolsos Fiscais

Soluções
Fiscais
16 Maio 2024

Sabe como calcular a CEAL?

Soluções
Fiscais
17 Janeiro 2024
regressar-a-portugal

Poupar nos impostos durante 10 anos para pensionistas que regressam a Portugal, está a chegar ao fim

Soluções
Migratórias
17 Janeiro 2024