O Balcão do Emigrante é uma entidade privada

Crédito Habitação em Portugal para quem reside no estrangeiro

Os especialistas de crédito habitação do Balcão facilitam a sua vida ao apresentarem-lhe de forma totalmente gratuita e independente, várias propostas das várias instituições bancárias em Portugal de forma a encontrar a melhor proposta para si

Valor de financiamento
€50 000 €500 000
Prazo
1 ano40 anos
Prestação mensal
calculado à taxa de
Loading

Nesta simulação consideramos: Taxa de spread 1,5% com o acréscimo da taxa euribor; financiamento para habitação secundária, portugueses residentes no estrangeiro, e considerando que a instituição bancária financia até ao limite de 80% do valor do imóvel.

As 5 principais vantagens do
Balcão do Emigrante

Sem qualquer custo para si

O nosso serviço é completamente gratuito para si, uma vez que quem nos paga são os bancos.

Simplicidade. Não se preocupe, nós tratamos de tudo por si!

Recebemos o seu pedido e negociamos com os bancos o melhor crédito para si.

Especialistas em assuntos da emigração portuguesa

Fizemos da nossa missão encontrar soluções para a emigração portuguesa e já o fazemos há mais de 20 anos.

Experiência internacional

Escritórios em Portugal, França, Suíça, Luxemburgo e Bélgica.

Receba propostas ideais para começar o seu projeto

Recebemos várias propostas e escolhemos as melhores para lhe apresentar.

Trabalhamos com os principais bancos para lhe dar a melhor proposta
Novo Banco

Crédito habitação
em Portugal

Muitos são os emigrantes portugueses que investem em Portugal, recorrendo a um crédito habitação para esse fim.

No Balcão, também nós somos emigrantes e sabemos a importância que este assunto tem para os nossos compatriotas. Por esse motivo, os especialistas de credito habitação do Balcão facilitam a sua vida ao apresentarem-lhe de forma totalmente gratuita e independente, várias propostas das principais instituições bancárias em Portugal.

Se já tem um crédito habitação, devia prestar uma atenção especial às condições que contratou.

Uma Reunião,
Várias Propostas

Com recurso às principais entidades bancárias portuguesas conseguimos garantir-lhe o envio de propostas adaptadas ao que procura.

Como funciona?
  1. Recebemos o seu pedido de crédito habitação e contactamos com as várias entidades bancárias portuguesas.

     

  2. Depois de recebermos as propostas dos bancos, é atribuído um consultor(a) ao seu processo, que vai avaliar e apresentar as mais indicadas para si.

     

  3. Com tudo resolvido acompanhamos gratuitamente o seu pedido de crédito até à conclusão.
Uma Reunião, Várias Simulações

Aviso legal:

Esta simulação calcula o valor da mensalidade de um crédito à habitação com garantia hipotecária destinado à aquisição de Habitação Própria Permanente ou Habitação Própria Secundária, assim como as despesas e os benefícios fiscais daí decorrentes e não dispensa a consulta da Ficha de Informação Normalizada Europeia.

A presente simulação é válida à presente data com base nos valores e condições por si indicadas e não representa uma oferta vinculativa de concessão de crédito. A taxa nominal e o preçário apresentados são meramente indicativos e sujeitos a alteração dependendo da análise de risco e decisão posterior. Esta simulação não considera as alterações de taxa ou de preçário que ocorram até à contratação do crédito nem as alterações de indexante ou de preçário que ocorram durante a sua vida.

TAN (Taxa Anual Nominal): É o resultado da Euribor de referência acrescido de um spread, de acordo com a situação apresentada. A Euribor de referência resulta da média aritmética simples das cotações diárias da Euribor a 12 meses, que vigoram no mês de calendário anterior ao início do período de contagem de juros, revista anualmente com arredondamento à milésima.

TAEG (Taxa Anual de Encargos Efetiva Global): É a taxa que reflete, numa base anual, todos os custos associados ao empréstimo, incluindo juros, comissões e prémios de seguros. impostos, emolumentos notariais e de registo. Esta taxa permite conhecer o custo efetivo do empréstimo, sendo o respetivo cálculo efetuado de acordo com o disposto no artigo 15.º do Decreto-Lei n.º 74-A/2017, de 23 de junho